para o ano

ontem foi meu primeiro dia útil de 2014. Depois da loucura que foi dezembro, eu merecia uns bons 20 dias de descanso, pra botar os seriados em dia, fazer um pouquinho de nada e pensar no que vai ser a vida daqui pra frente.

tomei o primeiro banho de mar do ano nas águas inquietas de Pipa — não sei se eu já falei isso aqui: nada contra Maragogi e praias com piscininhas naturais, mas eu AMO um mar mais agitado, quase violento, daqueles que você entra sabendo que vai levar uma surra e voltar pra a areia com as pernas moles e morrendo de sono, um mar com aquelas ondas que batem tão forte que não fica mazela nenhuma dentro de você.

pipa2 pipa1

pipa4pipa5quando voltei pra casa, fizemos, eu e Bernardo, nossa nova mesa de jantar! o projeto estava engavetado desde outubro, esperando aparecer o tempo livre, e finalmente ela saiu do papel e virou de verdade. e vou dizer, é nessas horas que eu tenho certeza que é amor e que vai durar muito: quando a gente passa uma semana inteira cortando e lixando e furando madeira, sem nenhuma briguinha sequer, sem culpar o outro quando uma coisinha dá errado, terminando os dias com aquele sentimento feliz de fazer uma coisa massa juntos (por sinal, talvez em breve aceitemos encomendas pra essas e outras coisinhas de madeira!).

mesa1

mas a farra acabou, o ano tem que começar, e eu quero fazer coisas, e não pretendo deixar a rotina de escritório me tirar o foco dessa vez. então, mais ou menos por ordem de importância, aí vai a listinha do que eu quero pra 2014, a mais honesta que já fiz até hoje:

. aprender a dirigir. já passou da hora, né.

. (pelo menos começar a) botar pra frente meu plano de ganhar a vida fazendo coisas.

. tirar a poeira do sketchbook e voltar a escrever no meu blog de ilustração e projetos experimentais, regularmente. já acabei o mestrado, tenho materiais e um lugar gostoso pra trabalhar, não tenho mais desculpa.

. terminar a tipografia que comecei em 2011.

. tomar coragem (e um shot de tequila) e fazer minha primeira tatuagem. o desenho já tá aí, não tenho mais desculpa.

. conhecer Inhotim com a companhia certa.

. comprar menos. 2012 e 2013 foram anos bem consumistas, eu não preciso de tanta coisa, e vou ter bem mais tempo pra fazer o que tenho que fazer se parar de perambular em shoppings e atacados dos presentes.

. comer melhor, deixar de preguiça e cozinhar mais em casa.

. fazer exercícios regularmente, pelo menos 2 vezes na semana. já tenho as roupas de academia, já tenho a bicicleta, moro a 1km do parque da Jaqueira e tem uma escola de dança a menos de 30 passos da minha porta, não tenho mais desculpa.

. andar/pedalar mais pela cidade; sair mais de casa nos fins de semana, ver as novidades; levar a câmera pra passear com mais frequência, parar de tirar fotos mais-ou-menos com o iPhone.

. ler mais livros, ver mais filmes, variar mais as formas de entretenimento. já vejo quase zero televisão no dia a dia, a bronca agora são os seriados não tão bons que continuo acompanhando só pra ver como vão terminar, e no fundo no fundo, sei que é um mega desperdício de tempo.

. fazer uma festa de aniversário tão foda quanto a do ano passado. adoro aniversário, é meu dia preferido do ano (mais do que natal, mais do que reveillon, mais até do que carnaval), e 2013 foi a primeira vez, desde que comecei a morar em Recife, que consegui fazer uma festa em casa em  vez de chamar todo mundo pra um bar. e foi incrível, top 5 momentos mais felizes do ano. quero de novo :D

é isso. vamos ver onde 2014 me leva.

(soundtrack: Paul McCartney – Save Us)

Anúncios

3 respostas em “para o ano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s