rapidinhas

*estou entrando na vibe natalina, até cedo, na minha opinião. É meu primeiro natal morando sozinha, e deu vontade de arrumar uns pisca-piscas e fazer uma árvore. E os panetones me deixam feliz nessa época do ano.

*eu torci por Obama nessas eleições americanas (novidaaaade). Fiquei feliz por ele, e acho realmente que algo vai melhorar, só por não ser Bush o dono da bola. Mas acho de verdade que já tá na hora de falar em outra coisa nos noticiários, porque a partir do momento em que se começa a discutir se as Obama-girls vão estudar em escola pública ou particular e qual vai ser o novo cachorrinho delas, sinto uma vibe “vamos encher linguiça” no ar. Como se não tivesse coisa acontecendo no mundo, né. Por favor.

*tô sentindo muita, muita falta de ter aulas esse período. Sim, sou nerd, mas dessa vez o motivo é outro. É a falta de conversas aleatórias e almoços, e meias-horas na frente do CAC com os colegas, que tá cada vez mais raro eu ver. Porque quando o professor marca orientação, cada um vai lá a hora que quer, discute o trabalho e vai embora, porque todo mundo tem coisas urgentes pra fazer da vida, e ajuda muito se você fica livre às 10h. Triste isso.

*o tempo passa muito rápido às vezes. Tipo agora.

*a perspectiva de 3 meses de férias é incrivelmente doce e animadora pra quem teve no máximo 30 dias sem aula durante toda a vida acadêmica. Sim senhor, sombra e água fresca (ou melhor, sol e água-de-côco). Minhas to do lists vão mudar, minha pele vai mudar (aliás, já está mudando, que o sol de Hellcife não perdoa ninguém, mas vou sumir com essas marcas de camiseta from hell) e principalmente meu guarda-roupa vai mudar. Que venham os shortinhos e as regatinhas soltas e as saídas de praia, que não tem nada melhor pra entrar na vibe férias do que roupa de férias.

*preciso ir no mercado. Basicamente, esse texto das Garotas diz tudo.

*falando em Garotas, me senti tão órfã ao saber do fim do blog que não consigo ler os últimos textos do mês especial de despedida. Sei lá, como se quisesse guardar pra depois. Dava pra saber que estava perto do fim, só de ver o tanto de textos republicados e a falta de tempo das três. Mas poxa, acompanho Vivi Griswold, Clara McFly e Flá Wonka (e Sabrina) há um tempo enorme, desde bem antes deste blog começar a existir, desde a época da Época. E tantas vezes elas disseram exatamente o que eu queria. E me fizeram rir nas horas mais inimagináveis. E me deram um nome pro blog – que de vez em quando parece idiota, mas significa um bocado pra mim. Vou sentir uma falta enorme. E boa sorte pra elas, pra o que quer que elas façam daqui pra frente. E que continuem amigas inseparáveis.

(soundtrack: Grant Lee Phillips – Wave of Mutilation)

Anúncios

3 respostas em “rapidinhas

  1. P****…. a parte das férias deu uma raivinha.
    Porque que só agora, que as férias da federal pouco me importam, eles inventam de colocar 3 meses de férias?
    Peguei com certeza o periodo mais terrivel para se fazer um curso na federal… houve periodo em que apenas uma semana me foi cedida de férias… assim, como se fosse um favor.
    E segui dessa forma por longos 4 anos, que hora parecem longos hora parecem ter voado.
    Se prepare, o fim se aproxima. A medida que as horas de bobeira na frente do cac vão diminuindo e o sinal que o curso está acabando.
    Quando chegar o momento em que você passe apenas correndo, sem nem mais ao menos reconhecer metade das caras no corredor… aí sim, é hora de se formar.
    O sonho de férias de verão se distancia novamente de mim. Não que eu goste de verão em especial, mas já faz 4 anos que janeiro significa apenas menos carros no meio da rua a empatar meu caminho.
    E.. é verdade, o Natal parece está chegando, tomei um choque quando vi a kitchens cheia de luzes pisca pisca. Eu juro que estou mais para julho do que para dezembro, já já cai a fixa, mas normalmente isso acontece com uma semana para a festa, quando noto que não sei nem o que vou vestir.
    Já que é natal, vamos marcar uma confraternização heheehehe
    só uma desculpa natalina para matar a saudade =*

  2. Justamente devido a quantidade de textos republicados nos últimos tempos, eu andava lendo cada vez menos – até não ler mais e ficar sabendo do fim do blog por aqui. Realmente é uma pena e a gente se sente meio órfão…quando a idéiazinha do blog começou a ‘formigar’ eu tb lia por lá…

    …ainda bem que ainda tem vc que diz ni…

    ;)
    ;*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s