rapidinhas

(ou eram pra ser rapidinhas, mas eu tenho essa mania de ser prolixa… na verdade tá mais pra “pensamentos aleatórios enquanto eu devia estar escrevendo meu artigo”)

*B, acho que tudo que eu sempre quis, que eu sempre precisei, foi de alguém que me entendesse (e entrasse na viagem junto comigo) quando eu começo a falar inglês. Ah, ainda pra você: sabe um jeito que você tem de olhar pra mim, ficar uns 2 segundos imóvel e depois sorrir? É genético. Vi seu pai fazer igualzinho com sua mãe. Achei fofo. Aliás, se você ficar igualzinho a seu pai, e ainda for meu até lá, vou ter muita sorte.

e pronto, pára por aqui. Não quero ninguém com diabetes.

*Hoje eu estava realmente estilosa. Eu acho, né. Bem, pra minha chefe me elogiar, dizer que eu tava bonita, que aquela roupa caiu muito bem, tinha que tá, né. Ela não diz esse tipo de coisa à tôa. E realmente, o conjunto coletinho+gladiadora+calça reta+lencinho de amarrar na cintura que virou cachecol/gravatinha/whatever, só sei que ficou bem no meu pescoço funcionou bem. Aí por um momento eu pensei em fazer uma parada tipo o Hoje Vou Assim, mas 0,8 segundo depois desisti, que essas coisas de fazer uma coisa todo dia, sem ninguém me pagando nada a mais por isso, não funciona comigo. E o que ia acontecer, por exemplo, num bad hair day? ou nos dias de aula na oficina de tipografia, que obrigatoriamente tem que ser short + camiseta?

*Tô acabando de crer que sushi engorda. pensa aí, aquela quantidade absurda de arroz inchando no seu estômago… sem falar nas variações empanadas, que são o maior perigo, porque você super se ilude que tá comendo peixe com molho de soja, mas aaaaah tem algo de frito e completamente not-healthy naquele carioca.

*Terminar um artigo científico deve ser incrivelmente bom. Dizer que tá quase pronto e mandar pra revisão já foi um peso que saiu das minhas costas, imagina quando estiver nos trinques. Imagina quando ele for aceito, e eu tiver que ir pra Bauru apresentar o trabalho – peloamordedeus Bauru??? Esse povo de computação não tem a menor criatividade pra escolher locais de congresso, porque podia muito bem ser, tipo, em Gramado, em Londrina, no Rio, em NY…

*Preciso baixar alguma série pra assistir no horário do horário político (e o mais genial de tudo é eu pensar nisso faltando menos de um mês pra a palhaçada acabar).

*Descobri o indexed. Deu vontade de colocar minha vida em gráficos. Neeeerd.

Tô viciada no Google Reader. Gente, é muito perigoso isso. Quase caso pra internação. Comecei adicionando os blogs de amigos, pra não ter que ficar checando se estavam up to date, e aí um indicava outro, que indicava outro, e de repente eu descobri que o Google te recomenda blogs por conta própria (scaaaaary)!! E aí teve uma hora que eu não suportei ver zero páginas atualizadas, e fui procurar mais. E viciei em procurar mais, simplesmente porque tem tanta coisa legal na internet pra ver. E nessa brincadeira, já são quase 80 sites e blogs, na maioria blogs, e o Reader é praticamente meu café da manhã. E todas as outras refeições e variáveis – éeee, porque hoje eu estava o dia todo no estágio, e em vez de sair pra almoçar, pedi comida (!!!), porque tinha esse blog pra ler até o começo. Por favor, alguém me leva pra andar na praia.

*Preciso de um microondas. ou será que sou só eu que consigo queimar pipoca desastrosamente toda vez que invento de fazer? Poxa, eu adoro pipoca, e não como há um século por causa de uma inaptidão genética, não é justo. Hoje mesmo, tava super querendo comer pipoca, mas não tive coragem de fazer e defumar o apartamento inteiro. Comi biscoito folhado com requeijão. Deprimente.

*Tenho que escrever sobre Ensaio Sobre a Cegueira. Não cabe aqui, precisa de um post inteiro. Só adianto que vale a pena ver, se você não for mulherzinha demais pra isso. Me deu uma agonia nas pernas de tanta tensão (isso eu já tendo lido o livro antes, vale salientar). Me fez quase querer vomitar. Me fez quase chorar. E me fez sorrir também, porque tem umas cenas que são de uma ternura incrível. E eu levantei da cadeira do cinema tropeçando que nem os cegos do filme.

*Eu nem devia estar dizendo isso aqui, porque é auto-sabotagem. Maaaaas a verdade é que super bisbilhotei as fotos de Namorado, quando estava passando umas coisas do celular dele pro pc. Não, eu não estava procurando (nem achei) nada suspeito ou que pudesse causar problemas. Só fiquei feliz de estar lá também, e de lembrar de Zé com a toalha na cabeça quase tudo.

E achei isso ^^. um domingo desses no mexicano que eu gosto.

(soundtrack: Dorival Caymmi – Acalanto)

Anúncios

4 respostas em “rapidinhas

  1. que post louco eh esse? Uma verdadeira colcha de retalhos!
    se teu artigo for aceito eu vou pra bauru ver tu apresentar ele. Super tenho curiosidade de ir praquela terra hfjslfakdhfjasfd
    aH, e a parte do:
    “porque tinha esse blog pra ler até o começo” ME IDENTIFIQUEI! hein? MUITO! já aconteceu de eu deixar o fifefox aberto 3 dias, comendo uma boa ram, só para não desmarcar da parte que eu tava vendo do blog. Sempre bom ter um blog para ver até o começo =x
    aH, esse mexicano eu também gosto hein? “garçom, a pimenta da casa por favor. a mais forte =X”
    beijo grande menina que caiu no msn =***

  2. obre Ensaio sobre a Cegueira, 2 comentarios e meio:
    1) Foi o primeiro livro literatura-fim-do-mundo que li (ha uns bons 8 anos… :). Continua sendo top 3.
    1.1) Leia “A Estrada”, vai sair um filme esse ano baseado nesse livro. E foi o melhor livro que li esse ano. Pode ir fundo, eh garantido, soh tenha certeza que nao eh mulherzinha antes de comecar, pois eh pra pessoas de estomago forte ;)
    2) Tu acredita que mesmo sendo uma producao canadense-brasileira-sei-la-quem-mais (Franca?), o filme ainda nao estreou em Vancouver?

    bjo.

  3. ah, esse cara de “A Estrada” escreveu “Onde os Velhos nao tem vez”, que foi adaptado pra o cinema com o titulo “Onde os Fracos nao tem vez”. Li tb esse ano e achei fuderoso. To lendo outro dele agora chamado “Blood Meridian”, um velho-oeste bem durango. :)

    \o/

  4. eu faço isso com Google Reader também, quando tô no trabalho e não tenho nada pra fazer fico catando as recomendações e leio blogs inteeeeiros!

    obrigada pelo link e espero que tenha gostado :)

    beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s