sem título

Klimt está em todo lugar ultimamente… deve ser sinal de alguma coisa.
A obra dele é uma das mais femininas que já vi. E cheia de detalhes, e colorida, e delicada, e luminosa. E as mulheres dele têm uma expressão que não consigo explicar direito, mas me parece meio melancólica, como se não estivessem completamente ali, como se tivessem sido presas naqueles mosaicos.

E se alguém quiser me dar ele de presente, tô aceitando..
…..

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
O beijo, meu favorito.
off the record: sim, estou inquieta. Até parei de tomar café esses dias, pra ver se durmo um pouco, mas não funcionou. Vi o sol nascer 3 vezes em uma semana. Não consigo me concentrar em nada de útil, tenho medo de não conseguir fazer tudo que tem pra fazer e estou entrando em parafuso. Já tomei chá, já apaguei tudo e deitei a pulso, já botei a trilha sonora mais sonífera que existe, mas meu sono não dura mais de 3 horas. Tenho de vez em quando essas insônias estranhas, mas não desse jeito, com esse descontrole todo. Não sei do que é que eu preciso, só sei que não tô normal. Daqui a pouco começo a comer terra.
(soundtrack: Paul McCartney – No Words)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s