Beatles e vida pregressa

Ultimamente, me bateu um surto de baixar músicas do Barão Vermelho. Eu tenho isso de vez em quando, me empolgo com uma banda, escuto exaustivamente, e depois enjôo, deixo as musiquinhas lá, esquecidas numa pasta. Pois então, nunca escutei muito Barão Vermelho, só conhecia aquelas músicas que já estão no subconsciente dos brasileiros da geração pós-Cazuza. Mas depois que vi uns flashes do show deles no morro da Urca, achei o som gostosinho e resolvi procurar mais. Percebi uma coisa: eles têm uma enorme influência dos Beatles. Aí pensei: por que será que gostei assim de Barão vermelho? E por que Franz Ferdinand é legal? E por que o som de Oasis me envolve tanto? E por que gosto de Weezer? E por que será que eu curto tanto essas bandinhas inglesas/escocesas/irlandesas?

Rrrrrrrrrespóoosta! Tem dedinho dos garotos de Liverpool nessa história toda, mesmo sem eles saberem. De vez em quando me pergunto se algum dia eles souberam que seriem tão importantes na música do mundo todo, e o que Lennon ia achar de milhões de jovens que nunca nem escutaram um vinil usando oclinhos redondos e camisetas com a foto dele, e cantando All You Need Is Love. Ou dos milhaaaaares de covers (falando nisso, sabiam que Sérgio Britto, do Barão Vermelho, tem sua própria banda cover dos Fab Four? Pois é pois é pois éeee, Os Britos, que tal?). Não vou dizer que sou fã de carteirinha, porque não conheço todas as músicas, nem escutei todos os álbuns – na verdade defendo a teoria que diz que nenhum álbum é bom 100%, portanto vale mais à pena garimpar as músicas uma por uma, que é bem mais divertido e demora mais pra enjoar – , mas reconheço um verso deles de longe, percebo quando uma banda se inspira no nas coisas que eles inventaram, e na verdade isso é bem engraçado, porque tem gente que abre o bocão pra dizer que tomou como referência os Beatles só pra parecer cult. Tenho mesmo um fascínio por essas músicas que foram feitas 40 anos atrás e continuam sendo boas de escutar, cantar junto e dançar (é. Incrivelmente, eu tenho vontade de dançar). E são antológicas, e todo mundo conhece, um pouquinho de nada que seja. Quase fui ao delírio quando escutei riffs de Here Comes The Sun numa versão de Quando o Sol Bater na Janela do Teu Quarto que o Barão Vermelho gravou. Genial. Fiquei com vontade de sair perguntando pra todo mundo se alguém percebeu isso. Se algum dia meu projeto de ter uma banda de rock se concretizar (está no mesmo pé do projeto de aprender dança de salão e de tirar carteira de motorista), vai ser uma sucessão de tributos bem-humorados aos Fab Four, porque eles são os caras. Cheers to them! \o/ h, by the way, meu aniversário tá chegando, e um presente interessantíssimo seria a Antologia dos Beatles, que aí eu virava fã de verdade. Ou uma camiseta. Ou uns oclinhos redondos…

Falando nisso (não tem nada a ver), não é segredo por aqui que eu adoro listinhas. Já estava sentindo falta de escrever em tópicos quando, por coincidência, vi uma coisa no blog da Camila (mais recente visitante deste humilde espaço). Era uma lista de 101 coisas aleatórias sobre ela, e eu adorei a idéia. Mas como sou muito influenciável, e como acabei descobrindo muitas coisas aleatórias em comum, resolvi fazer diferente. Então here, ladies and gentlemen, a pequena listinha de 101 coisas aleatórias que eu já fiz:


1. já vi o sol nascer, e já o vi se pôr, completamente boba com a beleza dos espetáculos.
2. já me roubaram um beijo.
3. já fiquei me olhando no espelho com as roupas e as maquiagens de minha mãe.
4. já fiz trabalhos de escola divertidíssimos.
5. já passei pesca pra a turma inteira pelo celular, numa operação conjunta de muita audácia do meu querido 2º ano.
6. já quis ser bailarina.
7. já quis ser mãe de 40 filhos.
8. já li Capricho escondido, e fiz os testezinhos “pra saber se ele gosta de mim”.
9. já guardei (ainda guardo) nas minhas agendas muitas coisinhas inúteis.
10. já chorei de saudade, de nervoso, de felicidade, de medo, de tristeza profunda.
11. já tive inveja.
12. já quis usar aparelho.
13. já acompanhei uma novela inteira.
14. já acreditei em amor à primeira vista.
15. já brinquei de ser todas as princesas da Disney.
16. já roubei jogando Banco Imobiliário.
17. já olhei pelo buraco da fechadura.
18. já me surpreendi com coisas que escrevo.
19. já dormi com minhas lentes de contato, e acordei morrendo de medo de ter ficado cega por essa inconsequência.
20. já fui CDF. quer dizer, já fui mais CDF…
21. já roí unha.
22. já tive chiclete grudado no cabelo, e logicamente, cortei o cabelo sozinha pra consertar o estrago.
23. já me entreguei de braços abertos a muitos banhos de chuva voltando pra casa.
24. já apareci na televisão.
25. já tive certeza de estar fazendo a coisa certa.
26. já tive certeza de estar fazendo a coisa errada.
27. já vomitei em cima de minha mãe.
28. já passei raiva com filme ruim no cinema. E pior ainda: com filme dublado no cinema.
29. já briguei com pessoas que amo muito, e na maioria das vezes, a culpa era minha.
30. já brinquei de pular elástico.
31. já tive piolho.
32. já fiz listinhas de nomes pra os filhos que vou ter um dia (não 40, pelo amor de Deus!).
33. já esqueci recados importantíssimos.
34. já toquei o hino nacional pra uma platéia enorme.
35. já tive (muitas) despedidas tristes.
36. já tive que decidir sozinha o que fazer da vida.
37. já tentei dirigir.
38. já me achei a pessoa mais perversa da face da terra.
39. já imaginei meu casamento com umas 3 pessoas diferentes.
40. já fiquei sem dormir de felicidade, de tristeza, de ansiedade pelo outro dia, de simples insônia, terminando trabalhos da faculade e tendo conversas agradáveis.
41. já participei de guerras de giz e bolinhas de papel.
42. já quis que o dia não terminasse.
43. já quis que o dia nem começasse.
44. já fui fã de Sandy e Junior (me matem depois dessa).
45. já levei (muitas) quedas na frente de todo mundo.
46. já quis ter nascido em outra família.
47. já tive ataques de riso na hora errada.
48. já tentei tirar foto da lua cheia.
49. já escrevi coisas que não mostro a ninguém.
50. já fiz gol contra.
51. já pensei que ia passar logo, e já pensei que não ia passar nunca.
52. já me jogaram na piscina.
53. já treinei beijo no espelho.
54. já deixei a raiva tomar conta de mim, só pra não sentir mais aquele amor imenso e torturante por alguém.
55. já decorei as falas de um filme inteiro.
56. já errei de janela no msn.
57. já me fantasiei de oncinha pra uma peça de escola.
58. já me vesti de anjo pra uma peça na igreja.
59. já assinei chamada pros outros, e já assinaram chamada pra mim.
60. já li um livro inteiro no sofá branco da Livraria Cultura.
61. já acordei com o rosto todo melado de pasta de dente, e obviamente fui me vingar depois.
62. já me senti totalmente fora d’água.
63. já participei de cantorias em ônibus de excursão da escola.
64. já escrevi em diário.
65. já tive vários blogs que não sobreviveram.
66. já perdi a hora dormindo.
67. já perdi o ponto do ônibus lendo.
68. já imaginei um milhão de vezes o que minha vida seria agora, se eu tivesse feito outras escolhas.
69. já fiz pessoas felizes, mesmo que por um tempo mínimo.
70. já amaldiçoei com todas as minhas forças o fato de usar óculos, na hora de um beijo.
71. já fingi que estava prestando atenção.
72. já fingi que não sabia o que estava acontecendo.
73. já tive um cágado, vários peixinhos de aquário, dois periquitos, um hamster, uma dálmata e Mel, de quem morro de saudade.
74. já peguei o ônibus errado.
75. já ganhei ingresso de cinema de grátis.
76. já assisti o mesmo filme 3 vezes no cinema.
77. já levei um fora, e dei vários também.
78. já desisti de certas coisas sem saber exatamente o motivo.
79. já fui pra a faculdade fazer nada.
80. já cometi gafes horríveis.
81. já rebolei em cima de uma cadeira dançando I Will Survive.
82. já misturei vinho branco com suco de uva de garrafinha, porque odeio vinho branco e quria que ele virasse vinho tinto.
83. já fui loira.
84. já paguei micos indescritíveis por causa de uma foto.
85. já morri de raiva, de amor, de saudade, de tristeza, e acabei descobrindo que sou uma das pessoas mais intensas que conheço.
86. já quis desesperadamente voltar pra casa.
87. já tive ímpetos de brigar feio com Deus por não ter as coisas que eu queria.
88. já assisti o mesmo filme mais de 20 vezes.
89. já passei um dia inteiro (talvez tenha passado outros dias, não lembro) sem comer nada sólido.
90. já fiquei séculos sem escutar uma música com medo das lembranças que ela poderia trazer.
91. já comi uma barra de chocolate inteira de uma vez.
92. já me machuquei fazendo trabalhos de faculdade (cortes, pequenas queimaduras etc), e tenho o maior orgulho das marquinhas que ficaram.
93. já estraguei roupas boas quando me meti a costurar.
94. já fiz palhaçadas com um ursinho inflável no Atacado dos Presentes, só pra aparecer.
95. já desisti de tentar manter viva uma amizade que não tem muito pra onde ir.
96. já enrolei pra caramba tópicos de listinhas.
97. já ganhei um prêmio.
98. já amei muito.
99. já copiei letras de música na agenda. Ainda faço isso ultimamente, mas de um jeito bem peculiar.
100. já desejei ter um namorado fofo que me mimasse completamente, mas quando ele ameaçou aparecer, percebi que o que eu quero é justamente o contrário.
101. já descobri que estou exatamente onde devia estar.

E me digam se acharam chato essa coisa de listinhas, que eu sei que tem gente que nem lê. Mas se quiserem, tem mais (na verdade, mesmo que todo mundo ache um saco, tem mais): 101 desejos, 101 coisas que não fiz, 101 lugares que quero conhecer, 101 top filmes, 101 dálmatas…

Photobucket - Video and Image Hosting
sim, isso foi num local público.


(soundtrack: U2 – Beautiful Day)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s